Palitos Crocantes MFP com Passo a Passo

As receitas do Claudio Olijavetzky são maravilhosas, perfeitas em sabor e beleza. Tudo é muito detalhado, de forma que não há como errar. Estes palitos crocantes -- feitos especialmente para acompanhar patês e queijos brancos -- confirmam a regra: são simplesmente divinos! Teste e veja como eu tenho razão. Que tal? 

Obs: Fiz somente metade da receita.


Créditos: Claudio Olijavetzky. Pães e Pãezinhos: Doces e Salgados, Vergara e Riba Editoras, 2010, p. 41

                                    Fotos ilustrando o Passo a Passo da receita



Receita de  Palitos Crocantes do Claudio Olijavetzky

Ingredientes  *Xícara de chá: 190ml *Colher de sopa: 15ml *Colher de chá: 5ml
1. 125ml/125g de água
2. 25ml/23g de azeite
3. 5g /1 colher de chá rasa de sal
4. 1/2 colher de chá de extrato de malte ou mel de abelha (usei mel)
5. 250g de farinha de trigo (usei Finna, 12% de proteína)

6. 8g de fermento biológico fresco ou 3g de fermento biológico seco instantâneo (usei este último)

Para a decoração
1. 1/2 xícara de chá de azeite (95ml)
2. 2 colheres de sopa rasas de páprica doce para polvilhar um dos lados (usei orégano)
3. 2 colheres de sopa rasas de orégano para polvilhar o lado oposto (usei orégano)
4. 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado para polvilhar o centro (não usei)

Rendimento: 24 palitos de 30cm de comprimento.
Duração: 48-72 horas (conservados em um recipiente hermético).

PREPARO
1. Unte com azeite duas assadeiras retangulares grandes de borda baixa de 40,5x30,5cm  (comprei na Miame, em Fortaleza). RESERVE.

Preparo da massa na MFP: CICLO SANDUÍCHE (nº 11)- Veja tabela explicativa abaixo.

2. Acrescente na cuba os ingredientes 1 a 5, nesta ordem. Cave um buraco no centro da farinha e ponha o fermento. Encaixe a cuba na máquina, escolha o ciclo 11 (Pão Sanduíche). Marque 2:45 minutos num timer.  Ligue então a MFP e o Timer.

3. Quando o timer alarmar aos 2:45 minutos da etapa de MISTURA LENTA, anule o ciclo MASSA pressionando o botão INICIAR/PARAR até a luz vermelha se apagar, e reinicie a MFP selecionando novamente o CICLO Pão Sanduíche (nº11), para que a massa seja misturada duas vezes (5:45 minutos) na etapa de MISTURA LENTA. 

4. Quando terminar os 3 minutos de MISTURA LENTA da 2ª vez e iniciar os 12 minutos da etapa de MISTURA RÁPIDA, marque 9 minutos num timer

5. Quando o timer alarmar aos 9 minutos (tempo de formação do ponto de véu),  anule o Programa, desligue a tomada, retire a cuba e verta a massa sobre a bancada ligeiramente enfarinhada. Divida-a em duas partes iguais. Boleie cada metade da massa e cubra-a com filme de PVC diretamente sobre a bancada (Foto 3). Deixe descansar durante 20 minutos. 

6. Após os 20 minutos de descanso: abra uma das massas com rolo até formar um retângulo um pouco maior que 40x30cm e com uma espessura inferior a 3mm (Foto 4). Quando ficar difícil de abrir a massa, cubra-a com um plástico e deixe descansar 4-5 minutos para relaxar o glúten. Continue então a abri-la. Apare o retângulo para regularizá-lo, deixando-o com dimensão aproximada de 40x30cm (tamanho da assadeira usada). Pincele a superfície com azeite (Foto 5); vire a massa e pincele também a superfície que era a base (não consegui virar, pois a massa ficou bem fina). Fure com um garfo de sobremesa até que a massa fique coberta de buraquinhos (observe os furinhos no centro da massa da Foto 6). Polvilhe o orégano nuns 7cm de cada extremidade, deixando o centro livre (Foto 6). Corte tiras de 3 cm de largura na lateral mais curta da massa, a qual é de 30cm (Foto 7). Se preferir os palitos mais curtos, corte-os ao meio (eu cortei) (Foto 8). Coloque-os em assadeiras untadas com óleo, um do lado do outro (Foto 8). Deixe descansar por 10 minutos.

7. Assim que colocar ao palitos para descansar: Acenda o forno a 160º.

8. Após acender o forno, desgaseifique um pouco a segunda bola de massa e repita os procedimentos feitos com a primeira bola de massa.

9. Quando terminar os 10 minutos de descanso da primeira massa: leve para assar até que os palitos fiquem secos e comecem a dourar, cerca de 15-20 minutos, conforme o livro; os meus levaram 28 minutos, e girei a parte da frente da assadeira para trás aos 20 minutos, para corarem por igual (forno a gás). Repita o procedimento com a segunda assadeira de palitos. Quando retirar do forno, se puder, aguarde que esfriem para que fiquem mais crocantes, resistindo à tentação de comê-los ainda quentes! Eu não resisti!

Obs. 1: Os itens 2 a 4 do preparo mostram a massa sendo misturada duas vezes em velocidade baixa (mistura lenta) durante 5:45 minutos. A razão disto é aumentar o tempo de mistura, reduzindo a formação de glúten.

Obs. 2.: O Ponto de Véu ocorreu aos 12 minutos da 1ª Mistura.

Nº 11 - Ciclo Pão Sanduíche: Panificadora Britânia Multipane 2P
1ª MISTURA : 15 minutos
1ª MISTURA: 15 minutos
2:45 Minutos de mistura lenta:
ANULAR Programa + Reiniciar Programa.
3 Minutos de mistura lenta +
9 minutos de Mistura Rápida (sova): ANULAR Programa + Retirar Cuba.



Bolinhas de Carne ao Molho com Creme de Leite, da Patricia

Patricia trabalha comigo há mais de três anos, e tem umas receitinhas ótimas, como esta de Bolinhas de Carne.

Não sou grande apreciadora de almôndegas, mas adoro essas bolinhas de carne, especialmente porque o creme de leite dá um sabor diferente e todo especial. Vale a pena experimentar!


Receita de Bolinhas de Carne ao Molho com Creme de Leite, da Patricia

Ingredientes *Colher de sopa: 15ml *Colher de sobremesa: 7,5ml
1. 1kg de carne moída light ou de primeira
2. 1 colher de sopa de óleo
3. 3 dentes de alho espremidos
4. 1 cebola média cortada em cubinhos
5. 1 pimentão verde médio cortado em cubinhos
6. 1 tomate médio cortado em cubinhos com as sementes (para fazer molho)
7. 2 folhas de louro grandes
8. 2 pitadas de pimenta do reino
9. 1 colher de sobremesa de páprica doce (ou colorau a gosto)
10. 160ml de água
11. ½ caixinha de creme de leite (100g)

Preparo
1. Faça as bolinhas de carne: primeiro esprema a carne na mão como se fosse para tirar o sumo, que é para unir a carne moída. Dê então o formato de bolinha rolando com as duas mãos. RESERVE.

2. Refogado: Ponha o óleo e o alho numa panela grande e frite até o alho começar a dourar; acrescente a cebola e frite até ficar transparente. Adicione o pimentão e frite até começar a ficar mole. Ponha o tomate com todas as sementes e deixe fritar até começar a desmanchar. Acrescente a pimenta do reino e a páprica, e misture bem.

3. Coloque as bolinhas de carne sobre o molho e deixe cozinhar até começar a soltar água. Dê então uma misturada delicadamente e derrame por cima a água. Deixe cozinhar em fogo baixo, com a panela tampada, durante 30 minutos. Apague nesse momento o fogo, acrescente o creme de leite, misture e transfira para a travessa de servir. E veja que delícia!

Torta de Pêssego

Uma das minhas frutas prediletas é o pêssego.  Amo seu visual de veludo, seu aroma delicado e seu gosto suave e inconfundível. Lamentavelmente, aqui em Fortaleza é raro conseguir um pêssego fresco bom. Então o jeito é recorrer às compotas enlatadas que, para mim, são deliciosas, embora com paladar bem diferente da fruta fresquinha.

Navegando na net, vi uma torta de pêssego em calda no Receitinha Caseira, que me chamou atenção pela decoração singela, terminando ao centro com uma aparência de flor. Fiquei louca para fazer uma que tivesse o mesmo aspecto, mas que a base de biscoito e o recheio fossem diferentes do comum. Ao final, decidi usar uma base de biscoito Wafers de chocolate, só que troquei a margarina pela mesma quantidade de creme de leite e optei pelo meu recheio predileto, de Catupiry com leite condensado. Gostei muito do resultado e todos os que provaram acharam-na mui interessante, todavia o que foi mais aclamado foi a beleza resultante da forma de flor, dada pelos pêssegos, no centro da torta -- mérito total do blog Receitinha Caseira.  


Créditos: A ideia de usar Wafer como base da torta veio da Torta-mousse de Chocolate do Cyber Cook, e para a decoração da torta inspirei-me na Torta de Pêssego do site Receitinha Caseira.



Receita de Torta de Pêssego

Ingredientes *Colher de sopa: 15ml *Colher de chá: 3ml
Massa
1. 3 pacotes de biscoitos Wafer de chocolate meio amargo (usei Bauduco)*
2. 1 caixinha de creme de leite (200g) 

Recheio
1. 65g de raspas de chocolate meio amargo (uso Amaro da Lacta)
2. 1 caixa de requeijão cremoso Catupiry (410g)**
3. 1 lata de leite condensado
4. 3 colheres de sopa de suco limão coado (45ml) 
5. 2 colheres de chá de essência de baunilha (6ml)

Cobertura
1. 1 lata de pêssego em calda drenada (450g - usei La Violetera)
2. 2 caixas de gelatina sabor pêssego
3. 500ml de água


PREPARO
Massa
Numa tigela média, esfarele os biscoito com a mão, acrescente o creme de leite e amasse bem até obter uma massa bem ligada. Espalhe com as mão esta massa no fundo de um marinex de 25x5cm e nivele com uma colher de sopa.

Recheio
Na batedeira: ponha o requeijão e o leite condensado e bata por 2 minutos na velocidade máxima. Adicione aos poucos o suco de limão e depois a baunilha, e bata por 2 minutos até obter um creme homogêneo e um pouco espesso. Espalhe um terço do creme sobre os biscoitos Wafer. Espalhe, então, as raspas de chocolate e cubra com o restante do creme. Limpe as bordas do marinex com um papel-toalha seco e depois, com um umedecido. Leve ao freezer durante 30 minutos para endurecer a superfície do creme de queijo e poder colocar os pêssegos sobre ele.

Cobertura
Enquanto espera o creme endurecer, faça a gelatina da cobertura: dissolva as 2 gelatinas com 250ml de água fervendo, misture bem para dissolver e acrescente mais 250ml de água gelada, e leve à geladeira. Mexa de 10 em 10 minutos até que a gelatina fique com consistência de uma clara de ovo. 

Quando a gelatina começar a engrossar, fatie os pêssegos. Arrume primeiro a parte perto das bordas, ao redor de todo o marinex, e depois a do centro, conforme foto 1. RESERVE.

Quando a gelatina atingir a consistência de clara de ovo, verta-a sobre os pêssegos com o auxílio de uma colher até cobri-los por completo. Não use toda a gelatina, pois impede de ver bem o desenho formado pelas fatias de pêssego. Leve novamente para a geladeira durante 2-3 horas ou até a gelatina ficar bem firme e sirva. 


*Usei 1 caixinha de creme de leite (200g), mas ficou muito doce. Com margarina, devido ao sal, fica melhor. Achei a quantidade de massa de biscoito excessiva. Acho que fica melhor reduzir para 2 pacotes de wafer e 2/3 da caixa de margarina (133g).

**Se usar outra marca de requeijão cremoso que não seja Catupiry, reduza o suco de limão para 1,5 colher de sopa. Fiz uma vez com outra marca e, na terceira colher de suco de limão, o creme desandou e ficou mole demais, significando que tem maisena na composição, pois o limão afeta o amido de milho.


Pão Fofo de Parmesão e Orégano MFP: Ideal para Acompanhar Vinho

Um pão fácil e mui delicioso, especial para acompanhar um vinho com os familiares e amigos, barrado com um patê suave de queijo ou Cream Cheese.


Créditos: Baseado na massa da receita de Pão de Salame e Queijo Coalho da Mamãe (ainda não publicada).

Receita de Pão Fofo de Parmesão e Orégano

Ingredientes: Colher de sopa: 15ml
1. 285g de leite integral em temperatura ambiente 
2. 1 ovo grande (61g, pesado com casca) 
3. 130g de manteiga  
4. 4g de sal 
5. 2 colheres de sopa rasas de açúcar (14g)
6. 520g de farinha de trigo para bolo (uso Dona Benta)*

7. 3g de fermento biológico instantâneo seco 

8. 100g de queijo parmesão ralado (uso Faixa Azul)
9. 2/3 de colher de sopa rasa de orégano 


PREPARO: CICLO PÃO SANDUICHE (nº 11)- Veja tabela explicativa abaixo

Acrescente na cuba os ingredientes 1 a 6, nesta ordem. Cave um buraco na farinha e ponha o fermento. Encaixe a cuba na máquina, escolha o ciclo 11 (Pão Sanduíche) e ligue-a. Assim que iniciar a 1ª MISTURA – que é de 15 minutos – marque 10 minutos num timer. Quando o timer alarmar, adicione o parmesão e o orégano e deixe completar os 15 minutos de mistura.  Espere, então, o ciclo terminar (são 3 horas no total). Desligue a tomada da máquina. Usando luvas térmicas, retire a cuba e desenforme imediatamente: coloque o pão sobre uma grade deitado sobre uma das laterais maiores, pois ele é bem mole. Com 10 minutos, vire para a outra lateral maior e com mais 10 minutos coloque-o em pé na grade. Aguarde amornar e sirva acompanhado com Cream Cheese ou com um patê de queijo suave. Lembre-se de cortar delicadamente usando uma faca de pão amolada.


       Tabela do Ciclo Pão Sanduíche: Panificadora Britânia Multipane 2P

1ª MISTURA
1º DESCANSO
2ª MISTURA
3º e 4º Descanso + assar
15 minutos de sova
Aos 10 minutos: adicionar queijo e orégano
  40 minutos
   5 minutos  
(desgasificação)
65 minutos o total dos 2 descansos + 55 minutos  para assar


*Dica: a farinha de trigo para fazer alguns pães doces ou salgados muito fofos deve conter menor percentagem de proteínas para formar menos glúten que nos pães tradicionais. Para saber qual a melhor farinha de trigo esses tipos de pão, veja no quadro Informação Nutricional, impresso atrás da embalagem, a quantidade de Proteínas em 50g gramas de farinha. Se está escrito 5g, então há 10% de proteínas, sendo esta farinha boa tanto para bolos como para pães fofos, onde se deseja pouco glúten. Se está escrito 6g, então há 12% de proteínas, sendo ela ideal para fazer pães tradicionais devido à maior quantidade de glúten que pode ser gerado. 

Torta de Queijo SEM Queijo da Tia Maria (Doce)

Esta é uma receita da tia Maria, irmã da mamãe, muito apreciada na família. Todo mundo acha que tem queijo na torta, daí o seu nome. Sinceramente, eu sinto um suave sabor de limão, mas sou a única pessoa na família que percebe diferente. Bom, mas nem por isso ela deixa de ser saborosa e exótica. É o que importa, não?

Desculpem-me as fotos, todavia só me lembrei delas quando a torta já tinha sido levada para a cozinha.


Receita de Torta de Queijo SEM Queijo da Tia Maria

Ingredientes *Colher de sopa caseira: 15ml

A) Para Untar e Polvilhar
1. 1/3 de pacote de biscoito maisena (70g)
2. Manteiga para untar


B) Para o Creme de Limão
1. 2 latas de leite condensado
2. 6 gemas de ovos médios (ovos de 57g cada, pesados com casca)

3. 6 colheres de sopa de suco de limão coado (90ml)  
4. 6 claras em neve (de ovos  médios: 57g cada, pesados com casca)

Preparo I
1. No processador com a lâmina de metal (ou no liquidificador): Quebre os biscoitos em 3 pedaços, ponha no copo do processador ou liquidificador e ligue a função pulsar até obter uma farofa fina. RESERVE.

2. Unte com a manteiga um marinex retangular médio de 30,5 x 19,5 x 4cm . Polvilhe as laterais e o fundo com metade da farofa de biscoito. Reserve o que sobrar para polvilhar por cima. 

Preparo II
1. Acenda o forno a 200º.
2. Esprema os limões, coe o suco e meça os 90ml. RESERVE.
3. Numa tigela grande, ponha o leite condensado e as gemas e misture bem com um fouet ou colher de pau (uns 3 minutos), até homogeneizar e retirar o cheiro das gemas. RESERVE.
4. Acrescente o suco de limão à mistura de leite condensado/gemas e misture até incorporá-lo. RESERVE.
5. Bata as claras em neve e adicione-as ao creme de limão misturando, delicadamente, com uma colher de pau. Assegure-se de que não haja creme sem claras batidas no fundo da tigela.
6. Verta no marinex, polvilhe com o resto da farofa de biscoito e leve para assar por 20-25 minutos ou até corar ligeiramente. Retire, aguarde amornar. Sirva gelada.


Bolo de Milho Delicioso dos Padres Mineiros

Testei diversas vezes este bolinho de milho antes de obter um resultado especial, talvez por ter trocado o óleo de milho -- que não aprecio o sabor--, por manteiga. Mas valeu a pena, é realmente mui delicioso.

Créditos: Baseado na receita de Bolo de Milho Delicioso dos Padres Mineiros do blog Delícias da Priscila Beneducci.


Receita  de Bolo de Milho Delicioso dos Padres Mineiros

Ingredientes *Colher de sopa: 15ml 
1. 1 garrafinha de leite de coco (200ml) (usei Sococo) 
2. 1 lata de leite condensado 
3. 4 ovos médios inteiros (58g cada, pesado com casca) 
4. 2 latas de milho verde COM a água (usei Swift) 
5. 200g de manteiga SEM sal (usei Tirolez)
6. 100g de queijo Minas Padrão picado (usei Tirolez) (ou Canastra) 
7. 4 colheres de sopa cheias de Kimilho (80g) (milharina ou polentinha)  
8. 3 colheres de sopa cheias de açúcar refinado (48g)
9. 1 colher de sopa rasa de fermento em pó 

Preparo
1. Acenda o forno a 200º. Aguarde 10 minutos antes de iniciar as etapas seguintes do preparo.

2. Unte com margarina e polvilhe com farinha de trigo uma forma de anel grande de 24x9cm (capacidade de 3 litros).

3. No liquidificador*: Coloque os ingredientes 1 a 9, nesta ordem, e bata em velocidade média até que o milho fique bem desmanchado (uns 3 minutos). A massa é bem líquida.

4. Verta na forma e leve para assar por 45 minutos. Aos 35 minutos, gire a parte da frente da forma para trás (forno a gás) e deixe durante mais 10 minutos ou até que o bolo fique bem corado. Aguarde esfriar e desenforme. 

* Use liquidificador com copo grande de pelo menos 1,5 litro de capacidade, pois quando se bate a massa do bolo, ela vai até a tampa. Feche bem a tampa para a massa não sair pelas bordas.

Pão de Coco Queimado SEM Sovar ou Rosca de Colher

Que pãozinho mais delicioso e fácil de fazer! SEM sovar, gente! Simplesmente amei!!! Então considerei que tinha que dividir com vocês, é claro. Desejo que se divirtam fazendo e, depois, vendo a família/amigos comer com gosto um pão tão saboroso...

CRÉDITOS: Receita de Rosca de Colher do blog Meu Divã na Cozinha. OBS.: Alterei a cobertura: usei coco queimado em vez do coco branco.


Receita de Pão de Coco Queimado SEM Sovar

Ingredientes *Colher de sopa americana OXO: 15ml **Usar a lata de leite condensado como medida  
A) Massa 
1. 1 lata de leite condensado 
2. 1 lata de leite integral**  
3. 1 lata de água**  
4. 3/5 de lata de óleo** 
5. 3 ovos médios  
6. 1 colher de sopa rasa de sal (15g)
7. 5 colheres (sopa) de açúcar (60g) 
8. 30g de fermento biológico fresco esfarinhado 
9. 1kg de farinha de trigo para pão (12% de proteína: uso Finna)


B) Calda
1. 75g de açúcar refinado
2. 1 garrafinha de leite de coco (200g) (uso Sococo)

3. 1 pacote de flocos de coco queimado para polvilhar (100g) (Uso Ducoco)


Preparo
A) Massa
1. Ponha a farinha de trigo num recipiente grande de 6 litros (usei um panelão de 28,5x12,5cm) . RESERVE. 

2. No liquidificador: Bata os ingredientes 1 a 8 só até obter uma mistura homogênea. Despeje-a, aos poucos, sobre a farinha, mexendo inicialmente com uma colher de pau até obter uma massa homogênea (fica um pouco mole). Use então uma das mãos para dissolver as pelotas de farinha de trigo e mexer a massa com movimentos circulares. Faça isto por uns 5 minutos, até sentir que a massa fica bem grudenta.

3. Deixe crescer por 2 horas ou até dobrar de volume***.

4. Enquanto espera a massa crescer: unte com margarina e polvilhe com farinha de trigo uma assadeira retangular grande de 40x26x3,5cm.

5. Após 1:45 hora de crescimento da massa ou um pouco antes de dobrar de volume: acenda o forno a 180º.

6. Após as 2 horas de crescimento ou de duplicar de volume: coloque colheradas de massa na assadeira, uma ao lado da outra, até encher toda ela.

7. Leve para assar por aproximadamente 35 minutos ou até dourar. Aos 30 minutos, gire a parte da frente da assadeira para trás (forno a gás). Aos 35 minutos, espete um garfo no centro do pão. Se o garfo sair limpo é porque já está assado. Quando retirar, ponha sobre uma grade para amornar.


B) Calda (faça um pouco antes do pão sair do forno)
Misture o açúcar e o leite de coco e leve ao fogo até ferver. Fure a rosca toda com um garfo e jogue a calda sobre ela, já assada e ainda quente. Polvilhe os flocos de coco queimado. Está pronto o seu pão!

*** Deixei crescer 2 horas, e foi demais! O pão ficou imenso. Em Fortaleza o clima é quente e a massa quase que triplicou de volume. O melhor é deixar crescer até dobrar de volume. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

“Cozinhar é um ato de amor”.

Link-me


“Só não erra quem não trabalha”.

Visualizações

▲Voltar ao topo